Tesouro Direto

(Descubra essa pérola do investimento)

business-163464_1280

Olá, Minha missão hoje é mostra-los essa pérola do investimento.

       Tenho o Tesouro Direto como um dos mais importantes investimentos, principalmente para aqueles que desejam investir, obter um ótimo retorno financeiro e ainda com baixo risco.

É impressionante como ainda existem pessoas que possuem um perfil mais conservador para investimentos e ainda não conhecem essa excelente modalidade.

Então, Vamos Entende-lo!!?

O Tesouro Direto é um programa de vendas de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC).

Os títulos públicos são ativos de renda fixa e tornam-se, cada vez mais, uma ótima opção de investimentos para investidores mais conservadores.

Sua principal finalidade é a captação de recursos para o financiamento da dívida pública, bem como para financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infra-estrutura.

E é muito simples investir!!

                                                         Se perguntas se..


educação financeira infantil2

 

a) Tesouro Direto Vale a Pena?

Respondo: DEMAIS da conta!!!!

Suas principais vantagens são:

  • Excelente opção em termos de rentabilidade;

  • As taxas de administração são muito baixas;

  • Você tem a possibilidade de diversificar seus investimentos, obtendo variadas rentabilidades, como pós-fixadas (pela taxa básica da economia), prefixadas e indexadas a índices de preços;

  • Você pode se garantir realizando poupança de longo prazo e ainda obtém rentabilidade real significativa;

  • Você pode gerenciar seus investimentos com comodidade, segurança e tranqüilidade;

  • Você investe com objetivos definidos e levando em conta fatores como: valor a investir, prazo, taxa de juros e riscos;

  • A liquidez é garantida pelo Tesouro Nacional;

  • Você tem maior poder de tomada de decisão e controle do seu patrimônio;

  • Os títulos públicos são considerados de baixíssimo risco pelo mercado financeiro.

b) os Títulos públicos funcionam de que forma ?

Eu Respondo que uma das principais vantagens do Tesouro Direto é a possibilidade do investidor montar sua carteira de acordo com os seus objetivos, adequando prazos de vencimento e juros às suas necessidades.

Essa já é a primeira grande diferença em comparação com a poupança ou qualquer fundos de investimento do seu banco.

Entre os títulos públicos ofertados, o investidor deve escolher aqueles cujas características sejam compatíveis com o seu perfil e seus objetivos financeiros.

Os títulos são de curto, médio e longo prazo.

Veja:

Título de Curto Prazo

Para quem pretende, por exemplo, trocar de carro daqui a dois anos e usar o dinheiro aplicado, o ideal é procurar um título que tenha o prazo de 2 anos.

Título de Médio Prazo

Para os que pretendem comprar casa ou apartamento em 5 anos, o título também deve ter a data de vencimento próxima a este prazo.

Títulos de Longo Prazo

Por fim, para quem pretende ter uma aposentadoria tranquila quando parar de trabalhar daqui a 20 anos, o título escolhido também precisa ter seu vencimento neste mesmo prazo, esses são os de maior rentabilidade.

É uma regra muito simples, mas muitas pessoas ignoram.

Obs: Não é obrigatório que o investidor fique com o título até o fim, porém, se precisarem do dinheiro antes do término do prazo, podem comprometer a rentabilidade desse investimento.

Características dos Títulos

Existem os Títulos prefixados e pós-fixados.

Os títulos prefixados possuem rentabilidade definida no momento da compra. Isso significa que o investidor sabe exatamente o valor que irá receber se permanecer com o título até a data de seu vencimento.

Já os títulos pós-fixados possuem seu valor corrigido por um indexador.

Dessa forma, a rentabilidade da aplicação depende do desempenho do indexador e da taxa contratada no momento da compra.

Os títulos oferecidos são:

Os dois primeiros são prefixados, ou seja, a taxa de rentabilidade é pré-determinada no momento da compra.

Ela é dada pela diferença entre o preço de compra e pelo preço no momento do vencimento. O fluxo não é corrigido por nenhum indexador.

Já os demais são pós-fixadas. O valor do título é corrigido pelo seu indexador.

Assim, a rentabilidade do título depende tanto do desempenho do seu indexador, quanto do deságio pago no momento da compra (taxa de juros real ou prêmio).

O Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais são indexados ao IPCA e o Tesouro Selic é indexado à taxa Selic.

c) Tesouro Direto tem taxas?

Respondo: Sim,basicamente, duas. Uma pela BM&FBOVESPA, referente aos serviços prestados, e uma pela sua Instituição Financeira.

Em geral elas são significativamente mais baixas que as cobradas em outros produtos de renda fixa oferecidos no mercado:

Taxa cobrada pela BM&FBOVESPA

A Taxa de custódia de 0,30% a.a. sobre o valor dos títulos, referente aos serviços de guarda dos títulos e às informações e movimentações dos saldos: Esta taxa é provisionada diariamente a partir da liquidação da operação de compra (D+2). Mesmo assim, 0,30% ao ano é muito pouco, em comparação com as taxas dos fundos de investimento oferecidos pelo seu banco.

Taxa cobrada pela Instituição Financeira

A taxa cobrada pela Instituição Financeira é diferente dependendo qual a instituição financeira que você escolher.

O Tesouro Direto disponibiliza neste link um ranking com as taxas cobradas por cada instituição.

d) Qual a Rentabilidade do Tesouro Direto?

Deve-se acompanhar a rentabilidade do Tesouro Direto, neste link aqui.

Essa rentabilidade varia de título pra título então o melhor a fazer é acompanhar através deste link aqui.

e) Se é Possível existir um Simulador do Tesouro Direto?

Te respondo que sim. Entre neste link aqui. Se você quiser fazer simulações para descobrir quais os títulos mais rentáveis para seus objetivos financeiros. 

f) Como Investir no Tesouro Direto?

O procedimento é bem simples. Primeiramente, conheça bem todos os títulos que lá são oferecidos. Após isso, escolha, dentre as corretoras listadas neste link, escolha a mais confiável, eu indico a Rico e a TOV, uso a bastante tempo essas duas e nunca tive problemas. Faça o seu cadastro na corretora, e logo após siga as instruções da corretora. Será preciso depositar na conta da corretora o valor que será investido, para que esta faça a transferência para o Tesouro. Pronto, em alguns passos simples você se tornará mais um beneficiado pelo Tesouro Nacional.

Para finalizar, assistam o vídeo abaixo que resume o Tesouro Direto. 

Quero Assistir ao Vídeo!!!

 

E aí, entendeu tudo…?

Se Você ficou com alguma dúvida sobre o artigo ou gostaria de comentar algo sobre o assunto?

Então deixe seu comentário logo abaixo. Estamos aqui pra te ajudar a desenvolver métodos realmente eficazes para você..

Responderei a todos os comentários, e garanto que todos serão lidos com bastante atenção.

Compartilhe esse artigo com seus amigos e/ou familiares!

Até a mais,